sap para agronegócio sap para agronegócio

Sistema SAP para agronegócio é a melhor opção?

6 minutes to read

Sistemas de gestão podem dar suporte a empresas de diversos setores, ajudando a otimizar o controle de dados e a distribuição deles entre os departamentos. Além disso, essas plataformas são essenciais para administrar cada etapa dos processos de um negócio — e isso também funciona no campo. Por isso a seleção da plataforma SAP para agronegócio tem se tornado comum.

Com o desenvolvimento das atividades no setor e, principalmente, com a transformação digital, a tecnologia tem sido muito importante na agricultura. A automatização e, junto a ela, a gestão de dados sobre as atividades do agronegócio demandam um sistema que ajude a estruturar tudo. O SAP é uma ótima escolha, facilitando a rotina de gestão de muitos agricultores.

Neste post, a partir das perspectivas de Helbert Bello, TEC Brasil CEO, e Denis Rousseau, Senior Delivery Project Manager da TEC Canada, detalharemos a utilidade da plataforma SAP, como ela funciona e de que maneira pode ser útil no agronegócio. Confira!

O que é SAP e como funciona?

SAP é uma plataforma de gestão de empresas desenvolvida na Alemanha, sendo hoje uma das principais referências quando o assunto são softwares ERP. Seu papel é ser um ambiente digital que centralize todos os departamentos de uma empresa, garantindo que qualquer atividade rotineira possa ser desenvolvida com as aplicações e suporte oferecidos pela plataforma.

Todos os setores da empresa são contemplados pela SAP, iniciando pelo RH, passando por logística, indo até departamentos como o fiscal e o financeiro. Toda essa infraestrutura funciona de maneira integrada, ou seja, as informações podem ser facilmente acessadas no ambiente. Essa centralização permite que pessoas autorizadas colham dados que forem úteis.

Cada um dos departamentos de uma empresa é estruturado em módulos separados, mas ainda assim integrados. Um funcionário do setor de faturamento pode acessar, por exemplo, informações do departamento comercial, uma vez que os dados gerados são importantes para ambos os setores. A integração possibilita maior produtividade, segurança e dinamismo na rotina.

Como o SAP atua no agronegócio?

Uma das principais expectativas sobre um ERP é sua capacidade de ser útil a empresas de qualquer setor. Por isso, o uso de SAP para agronegócio é uma possibilidade concreta e, mais do que isso, uma seleção realmente confiável. Com suas funcionalidades e possibilidades técnicas, gerenciar uma atividade do campo é perfeitamente possível.

SAP Farm Management

Aplicação desenvolvida pela Vistex, parceira da SAP no desenvolvimento de aplicações para negócios específicos, o SAP Farm Management é projetado para ser utilizado como um módulo da SAP, como um recurso completo para a gestão das atividades do agronegócio.

A solução permite planejar e administrar toda a operação do campo, considerando questões básicas como o orçamento disponível, os recursos à disposição e as metas de produção a serem alcançadas.

De forma geral, o papel do SAP Farm Management é oferecer um ambiente completo de gestão que permita conduzir todas as atividades de colheita, medições e acompanhamento, garantindo a produtividade no campo. Assim, com ajuda da tecnologia, é possível alcançar os resultados mínimos possíveis em cada safra, garantindo, além de quantidade, a qualidade.

SAP pode gerar dependência de fornecedores

É importante destacar que as soluções SAP para agronegócio não são desenvolvidas pela própria empresa criadora. Assim como o SAP Farm Management, outras aplicações adequadas ao setor são fruto do trabalho de desenvolvedores terceiros, ou seja, são feitas para o SAP, mas são à parte. A desvantagem principal é que isso cria uma certa dependência com esses desenvolvedores.

O risco envolvido é a falta de atualizações dessas aplicações por parte dos desenvolvedores. Isso geraria um transtorno, uma vez que a continuidade de uso do módulo para agricultura poderia não acontecer. Sendo assim, é fundamental estar atento a essa possibilidade caso a escolha seja pelo SAP.

Quais funcionalidades e recursos são essenciais no agronegócio?

Helbert Bello e Denis Rosseau destacaram algumas funcionalidades e recursos essenciais que um ERP para agronegócio apresenta. São estes.

Sistema de informação geográfica

Cobre a área de gerenciamento no campo, oferecendo informações de ordem geográfica.

Agronomia

Aplicações que dão suporte à tomada de decisões baseadas em dados. Ajudam no manejo da agricultura, no controle de pragas nas plantações e no acompanhamento de qualquer possível fator prejudicial.

Planejamento agrícola

Suporte no desenvolvimento de planos de atividades no ciclo de cultivo, ajudando em decisões como os locais de plantio, áreas próprias para o crescimento, além de controle de pragas e aplicação de fertilizantes.

Execução e acompanhamento

Criação de ordens de trabalho para executar o planejamento, relatar as condições reais encontradas e ajustar as atividades para otimizar o ciclo completo da colheita.

Análise e otimização

Funcionalidade para criação e gestão de relatórios de análises que permitem acompanhar o desenvolvimento das plantações, possibilitando realizar ajustes e mudanças com maior precisão e embasamento.

Suporte em tempo real

Disponibiliza dados e informações em tempo real para manter os gestores atualizados das condições do campo e tudo que acontece.

Como selecionar um software para o agronegócio?

A seleção deve partir, prioritariamente, dos requisitos que sua atividade agrícola tem e como um ERP pode atendê-las. Isso vai assegurar que funcionalidades e recursos básicos estejam presentes na rotina de trabalho, garantindo planejamento, acompanhamento e análise como os pilares principais para a certeza de safras de qualidade e produtividade no campo.

Além disso, é importante fazer uma avaliação precisa dos fornecedores. Eles devem ter em seu rol de aplicações módulos totalmente voltados ao agronegócio, certificando-se também que possam dar continuidade a essas funcionalidades garantindo manutenção e melhorias.

O fornecedor também precisa se reunir com gestores e se comprometer a entregar um ERP personalizado. Só assim é possível ter uma cobertura técnica para todas as demandas do dia a dia do trabalho no agronegócio.

Por fim, a questão decisiva que vai aproximar a empresa da contratação de um fornecedor de software para agronegócio é o preço. Os valores precisam estar nas limitações financeiras da companhia, garantindo que não só a contratação, mas todo o processo esteja envolto em uma relação custo-benefício justa.

O SAP para agronegócio pode ser uma opção, mas precisa ser considerado entre algumas outras, que talvez estejam mais prontas para atender as exigências. A empresa alemã no entanto, tem investido em desenvolvimento de recursos para o setor agrícola, o que deve resultar em infraestrutura digital qualificada nos próximos anos.

Na busca por escolher o melhor ERP para sua atividade no agronegócio? A TEC é uma consultoria que dá todo suporte na seleção do software mais adequado. Entre em contato conosco e entenda como podemos ajudar!

Posts relacionados

Deixe um comentário