roi de erp roi de erp

Aprenda a avaliar o ROI de ERP durante a seleção

7 minutes to read

O investimento em tecnologia demanda muito cuidado, especialmente quando falamos de sistemas de gestão integrada. Eles vão auxiliar em grande parte das tarefas do negócio, então é crucial que o time calcule o ROI de ERP de maneira acertada. Isso dará uma melhor dimensão sobre os impactos do investimento na empresa.

Se você tem dúvidas sobre o cálculo do ROI de ERP, este guia foi feito para você. Continue a leitura e veja o que é e como calcular o retorno sobre o investimento em um sistema de gestão integrada!

1. O que significa calcular o ROI de um ERP?

O cálculo do ROI (Retorno Sobre o Investimento) é um processo que dá ao investidor a visão do custo-benefício em potencial para uma aplicação. Isso ajuda o negócio a tomar decisões mais acertadas e alinhadas com os seus objetivos.

Em geral, o cálculo do ROI segue a seguinte fórmula:

  • ROI % = (ganhos com o investimento – custos com o investimento)/custo do investimento.

2. De que modo essa avaliação se mostra necessária na escolha por um ERP?

O ERP é um dos maiores investimentos que um negócio pode fazer. Ele demandará uma grande quantidade de recursos financeiros, humanos e tecnológicos para ser implementado. Por isso é considerado um investimento de alto risco.

Diante disso, adotar uma abordagem pautada por indicadores que auxiliam o gestor a atingir os seus objetivos é fundamental. Com o ROI, isso se torna muito mais fácil, uma vez que a empresa terá uma visão precisa sobre o potencial impacto da ferramenta escolhida.

3. Quais são os riscos que o ROI pode avaliar, evitando prejuízos para a empresa?

O cálculo do ROI de ERP permite identificar qual a aplicação que mais se alinha às demandas da empresa. Quando o negócio tem todos os requisitos mínimos da ferramenta, o uso desse indicador dará ao gestor as bases para validar a capacidade de o ERP atender as demandas existentes e identificar pontos como:

  • ganho em potencial de produtividade em todas as atividades feitas;
  • identificação de qual solução disponível mais se alinha com o orçamento e qual o impacto que ela terá no dia a dia do negócio;
  • adoção de uma solução com um tempo de instalação alinhado com as demandas da empresa;
  • mais facilidade para encontrar uma solução que se adapta a normas legais e de segurança de dados do mercado em que a empresa atua.

4. Quais são as variáveis que o ROI aplicará na análise de um ERP?

O cálculo do ROI deve considerar os custos e os benefícios diretos e indiretos, como:

  • aumento de produtividade;
  • redução de erros;
  • maior competitividade;
  • reforço da credibilidade da marca;
  • adequação da empresa a normas de qualidade e compliance na gestão de dados;
  • tempo gasto com tarefas que podem ser automatizadas.

5. Com os dados em mãos, como fazer a interpretação dos resultados?

Quando o negócio levanta dados sobre todos os impactos que o ERP terá no dia a dia da empresa, é chegada a hora de fazer a análise do indicador. Para isso será importante cruzar todos os dados levantados tendo como base:

  • o que afeta a produtividade da empresa potencialmente;
  • os custos necessários para implementar a ferramenta, treinar a equipe e fazer a manutenção do software;
  • como isso influencia os objetivos do investimento.

Desse modo, a empresa conseguirá rastrear de modo abrangente o real custo-benefício do investimento em cada solução disponível no mercado.

6. O que não fazer durante a seleção para não prejudicar a avaliação do ROI?

Durante o cálculo do ERP, existem práticas que podem limitar a qualidade da avaliação e o seu potencial de passar uma visão completa sobre o sistema e o seu impacto real. Isso passará por evitar questões como:

  • uma comunicação que não pode coletar dados corretamente;
  • deixar de demonstrar aos profissionais como o software pode melhorar o seu dia a dia;
  • não considerar todos os fatores que estão envolvidos na implementação e uso de um software;
  • deixar de avaliar todos os requisitos envolvidos no investimento;
  • não ter uma visão completa sobre o que o software deve ajudar o negócio;
  • deixar de comunicar-se de modo claro com o fornecedor.

7. Por que é importante ter uma equipe especializada para realizar essa avaliação?

Nem sempre a empresa tem o conhecimento necessário para fazer a análise do ROI, especialmente se o investimento for em um sistema que ela não está acostumada a utilizar.

Nessas horas, ter uma equipe qualificada é crucial. Ela ajudará o time a encontrar a melhor solução para as suas demandas, identificar possíveis riscos e rastrear a ferramenta ideal a partir das melhores e mais modernas práticas do mercado. Isso vai minimizar os riscos e atrair o maior ROI possível para o seu investimento.

8. Quais serão as vantagens ao aplicar com sucesso o ROI?

A aplicação do ROI traz uma boa quantidade de benefícios a qualquer negócio quando aplicado corretamente. No caso do investimento em um ERP, ele auxilia o negócio a:

  • ter expectativas alinhadas corretamente sobre o custo-benefício do investimento;
  • adotar novas tecnologias com uma abordagem analítica bem estruturada e que foca os retornos diretos e indiretos do investimento;
  • saber quais são os impactos que o investimento terá ao longo de toda a cadeia operacional.

9. Como essa avaliação do ERP a partir do ROI beneficiará o funcionamento do ERP?

Uma boa análise do ROI de ERP contribuirá para tornar o negócio mais competitivo em médio e longo prazo. A escolha atenderá as demandas existentes, preparando a empresa para o futuro.

Ao mesmo tempo, limitará riscos e problemas em médio e longo prazo. A empresa terá uma solução que funciona como ela precisa e sempre ajuda nos pontos críticos do seu dia a dia. Assim, o foco no ganho de competitividade sempre será o maior possível.

10. Quais são os maiores diferenciais da TEC no mercado quando o assunto é implementação de um ERP?

Como apontamos, ter um time qualificado na hora de fazer o cálculo do ROI do ERP é crucial. Esse é o caso da TEC!

Nós conseguimos ajudar o seu negócio a ter uma equipe de ponta e com conhecimento para entender as suas necessidades e levantar os dados adequados sobre o perfil do negócio. Assim, podemos garantir um investimento que tenha como base um menor tempo para ter um ROI positivo, a adoção de uma ferramenta com custo adequado e a implementação de um sistema com baixo risco de prejuízos financeiros e operacionais.

Por isso não deixe de entrar em contato com os nossos consultores antes de realizar um investimento em sistemas de gestão integrada. Eles darão o suporte necessário para realizar o cálculo do ROI de ERP e, assim, garantir que a sua empresa faça o melhor investimento possível.

Quer saber mais sobre como podemos ajudar a sua empresa? Então fale conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário